Infertilidade sem causa aparente ou fatores incomuns

Infertilidade sem causa aparente ou fatores incomuns

A infertilidade sem causa aparente ocorre em 5 a 10% dos casais que querem ter filhos, mesmo sem conseguirem engravidar, os exames realizados acusam normalidade. E numa porcentagem ainda maior, apenas pequenas anormalidades como “feridinhas” no útero ou pequenas alterações na contagem dos espermatozoides acabam sendo encontradas.

Medicamentos para indução da ovulação e/ou inseminação intra-uterina têm sido usados empiricamente para tratar a infertilidade sem causa aparente com sucesso limitado. Se não ocorrer a gravidez em três ciclos de tratamento, os casais devem fazer uma reavaliação dos fatores e/ou tentar as técnicas de reprodução assistida (FIV e ICSI).

Os programas de reprodução assistida têm um índice de sucesso de 35 a 55%. O sucesso depende de muitos fatores, especialmente a idade da mulher e os motivos de sua infertilidade. Os casais que tentam três ciclos de FIV têm até 90% de chances de engravidar.

FIV – fertilização in Vitro – a mulher recebe drogas indutoras da ovulação para que seus óvulos sejam coletados e levados ao laboratório, enquanto os espermatozoides do parceiro também são coletados e preparados. Os óvulos e espermatozoides são colocados em um meio especial de cultura para que ocorra a fecundação. Se a fertilização for bem sucedida, dará origem a pré-embriões, que serão transferidos para o útero em 48, 72 ou até 120 horas após a fertilização. Após 12 dias é feito um teste de sangue para confirmar a gravidez.

ICSI – injeção intra-citoplasmática de espermatozoide – um único espermatozoide é injetado em cada óvulo disponível sob visão de um microscópio especial e através da utilização de microagulhas (micromanipulação dos gametas).

Você pode se interessar:

Tratamentos que oferecemos

Você enfrenta dificuldades para engravidar, algum problema ginecológico ou precisa de acompanhamento obstétrico? Nós estamos aqui para te ajudar! Conheça mais sobre os tratamentos oferecidos

Leia Mais »

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter