fbpx

Abortamento após reprodução assistida

Introdução

Muitos embriões implantados não sobrevivem até o termo (final da gravidez) e vários métodos de diagnóstico podem ser aplicados para predizer o risco de aborto. A perda gestacional ocorre desde os estágios mais precoces e alguns fetos morrem seletivamente em gestações múltiplas. A causa pode ser determinada em alguns casos.

Tabela-1: Tipos de aborto em diferentes estágios da gestação
Abortos Pré-Clínicos
Gestação Bioquímica (ou Aborto Pré-Clínico): identificado pelo aumento transitório do beta-hCG (fração beta da gonadotrofina coriônica) até um valor limite de 21 mUI/l por cerca de 2 semanas. Essas gestações não são visíveis à ultrassonografia.Aborto Peri-Implantação: há níveis um pouco mais elevados por um período um pouco maior, sem evidência de saco gestacional ou vesícula vitelina à ultrassonografia.
Abortos Clínicos
Ovos Cegos: há aumento lento e prolongado de beta-hCG por período de até 28 dias com visualização de saco gestacional vazio (ovo cego) à ultrassonografia.Aborto com saco gestacional desaparecendo após ser detectado: quando um SG desaparece após 35 dias da captação.Fetos “Vanishing” (que desaparecem): se um feto vivo sucumbe em gestação gemelar e o outro evolui normalmente.Aborto Propriamente Dito: acontece do primeiro trimestre tardio até a 20ª semana de gestação.

O que é Aborto Pré-Clínico?

Aborto Pré-Clínico ou Gravidez Bioquímica se dá quando alguns embriões morrem logo após a implantação, sendo identificados pela queda dos níveis sanguíneos do beta-hCG.

As gestações bioquímicas são mais frequentes em mulheres com endometriose?

As gestações bioquímicas não são mais frequentes em mães com doenças tipo endometriose e outras como as inflamações das tubas, o que pode indicar que esses embriões estão fadados a morrer desde o momento da fertilização.

O que é Aborto Clínico?

O aborto passa a ser clínico quando a perda embrionária ou fetal acontece após detectarmos a presença de saco gestacional intrauterino através de ultrassonografia transvaginal, fato que acontece 15 dias após o atraso menstrual.

O que são Fetos

É a morte de um embrião ou feto em gestação múltipla com a sobrevivência dos outros. Sua existência foi suspeitada nos anos anteriores ao aparecimento da ultrassonografia.

Anomalias Cromossômicas e Aborto

Aberrações cromossômicas aparecem com certa frequência durante aborto espontâneo e são encontradas também após fertilização in vitro (FIV).

Destino dos embriões com diferentes tipos de cromossomas não balanceados

A maioria das anomalias cromossômicas nos fetos e embriões humanos originam-se esporádica e imprevisivelmente nas gônadas do pai e da mãe (testículos e ovários) e/ou no momento da fertilização.

Citogenética das Gestações Molares (Mola)

Gestações molares (ou simplesmente Mola) são aquelas que ocorrem com alterações grosseiras da futura placenta (trofoblasto) podendo o embrião continuar seu desenvolvimento (Mola parcial) ou não. A maioria dos casos evolui para um abortamento clinico.

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp

Você pode se interessar:

A Importância do Ácido Fólico

A Importância do Ácido Fólico

Todos nós já ouvimos este conselho antes: “se você está tentando engravidar, tome ácido fólico”. Mas por quê? E o que é ácido fólico? Como

Cistos Ovarianos e Fertilidade

Cistos Ovarianos e Fertilidade

Os cistos ovarianos são como bolsas cheias de líquido que se formam nos ovários. Na imensa maioria das vezes eles não são cancerígenos. Os cistos

Anomalias Uterinas e Fertilidade

Anomalias Uterinas e Fertilidade

Neste artigo nós iremos falar sobre anomalias uterinas e fertilidade. Confira! O útero é um lugar muito especial: se você está tentando ter filhos, é

Transtornos Alimentares e Fertilidade

Transtornos Alimentares e Fertilidade

Neste artigo nós iremos falar sobre a relação entre transtornos alimentares e fertilidade. Confira!  Os transtornos alimentares são condições complexas com implicações significativas para nossa