Exercícios físicos para gestantes

Algumas dicas sobre exercícios físicos seguros para gestantes

Uma rotina equilibrada de exercícios físicos durante a gestação auxilia na prevenção de diabetes e pré-eclâmpsia, além de evitar o excessivo ganho de peso.

Antes de dar início a qualquer programa de treinos e exercícios físicos, é indispensável que a gestante procure a orientação do médico obstetra que acompanha a gravidez.

Adequar a carga de exercícios ao condicionamento físico da paciente também é fundamental para evitar complicações.

Atente-se que pode ser difícil para uma mulher que não era adepta de uma rotina de exercícios, começar a fazê-los durante a gestação. Por outro lado, uma pessoa que tinha um alto ritmo de atividades físicas antes de engravidar, terá que reduzir a intensidade de seu programa habitual.

Poucas mulheres grávidas, normalmente, são vistas praticando exercícios físicos, pois existe a ideia de que esforços podem ser danosos para a gestação.

O que muita gente não sabe, é que atividades bem dosadas servem como prevenção de alguns quadros clínicos associados à gravidez. Outras vantagens dos exercícios físicos para as gestantes podem ser notadas na melhora da postura e diminuição das dores na hora do parto. Sem contar, é claro, no estímulo da produção do hormônio essencial para a sensação de prazer e bem-estar: endorfina.

Os exercícios indicados:

São recomendadas atividades físicas de baixo impacto. Ioga, por exemplo, é uma excelente alternativa, pois desenvolve o controle da respiração e aumenta a flexibilidade. Pilates, hidroginástica e bicicleta ergométrica também podem ser boas pedidas. Não se esqueça: capriche no alongamento!

Os exercícios básicos como caminhada e corrida são indicados para diferentes tipos de gestantes.

A caminhada é ideal para mulheres que não tinham o hábito de se exercitar antes da gravidez. Uma rotina de 3 a 5 dias na semana é suficiente. Utilize roupas leves e confortáveis, um tênis com bom amortecimento e beba bastante água.

A corrida, por sua vez, pode ser praticada por gestantes que possuem maior preparo físico, provenientes da prática de exercícios antes da gravidez.

3 vezes por semana pode ser o suficiente, evite forçar o ritmo. 30 minutos em uma toada leve é o mais indicado.

Lembre-se: procure orientação médica antes de iniciar qualquer atividade física. O acompanhamento do profissional da área é essencial para que não haja nenhuma complicação.

Rate this post
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

Miomas na Gravidez

Mioma na gestação: 5 riscos e como tratar

Quase sempre, o mioma não é grave durante a gravidez, mas as complicações podem surgir onde exista um grande mioma, principalmente se estiver na parte interna do útero, como é o caso do mioma intramural.

Dores Perna Endometriose

Dor nas pernas relacionada à endometriose

A dor nas pernas pode variar em sua localização e intensidade. Algumas pacientes podem relatar que a dor é crônica e persistente ou causa uma dor generalizada, enquanto outras podem ter uma dor aguda e penetrante que pode ser localizada em um ponto específico. 

Vacina Covid19 fertilidade gravidez

Vacina Covid19 fertilidade gravidez

Vacina Covid-19 fertilidade gravidez – Uma recomendação universal para a vacinação COVID-19 em mulheres em tratamento de fertilização in vitro ou que estão grávidas não

FIV gravidez vacina Covid-19

FIV gravidez vacina Covid-19

FIV gravidez vacina Covid-19 – Uma Visão a favor da vacinação – Mulheres em tratamento de fertilização in vitro ou que estão no primeiro trimestre

preservar-a-fertilidade

Preservar a fertilidade

Preservar a fertilidade de forma eletiva para o declínio de fertilidade relacionado à idade é uma evolução e uma realidade Preservar a fertilidade de forma