Sintomas de “desequilíbrio hormonal”

desequilibrio hormonal

O que é um “desequilíbrio hormonal” e seus principais sintomas? É um termo comumente usado para se referir a níveis hormonais muito baixos ou muito altos.

Porém, essa expressão é uma simplificação do processo extremamente complexo de regulação hormonal.

A produção e liberação de hormônios envolvem uma cadeia de eventos que começa no cérebro e se estende por todo o organismo.

As mudanças hormonais acontecem dia a dia (às vezes de hora em hora) e durante todo o seu ciclo.

Todavia, altos ou baixos sustentados que não refletem padrões típicos têm um efeito cascata em outros hormônios que interferem em outros processos.

Veja o hipopituitarismo, por exemplo: uma condição em que a hipófise não consegue produzir certos hormônios. Se o hipopituitarismo causar deficiência de LH e FSH, os ovários não receberão a mensagem para produzir E2 e sinalizar o crescimento do folículo – essa série de eventos provavelmente causará uma interrupção no ciclo menstrual.

Em última análise, a regulação hormonal é um pouco mais complicada do que um simples ato de “equilíbrio”.
Criamos este conteúdo para explicar melhor quais são os possíveis sintomas decorrentes do “desequilíbrio” dos principais hormônios que conhecemos.

Estradiol e o desequilíbrio hormonal

Quando os níveis de estradiol estão muito altos (>115 pg/mL no dia 3) ou muito baixos (<22,4 pg/mL no dia 3), os sintomas comuns podem incluir:

  • Alterações no ciclo menstrual;
  • Nódulos não cancerosos nos seios; 
  • Miomas uterinos;
  • Enxaquecas menstruais;
  • Agravamento da síndrome pré-menstrual;
  • Ondas de calor e/ou suores noturnos;
  • Problemas para dormir;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Mudanças de humor;
  • Ansiedade ou depressão;
  • Pele seca.

Progesterona

Quando os níveis de progesterona são muito baixos (<3 ng/mL no meio do ciclo), o principal sintoma é:

  • Sangramento menstrual irregular por anovulação;

Prolactina

Quando os níveis de prolactina são muito altos (26,7 ng/mL), os sintomas podem incluir:

  • Ovulação irregular, períodos ausentes ou irregulares e problemas para engravidar
  • Produção de leite fora da gravidez (galactorreia)
  • Interferência nos níveis de estrogênio e progesterona

Testosterona

Quando os níveis totais de testosterona são muito altos (> 0,75 ng/dL), os sintomas podem incluir:

  • Aumento da acne
  • Excesso de pelos faciais e corporais (hirsutismo)
  • Calvície
    Aumento da massa muscular
  • Aprofundando a voz

Você pode se interessar:

Tratamentos que oferecemos

Você enfrenta dificuldades para engravidar, algum problema ginecológico ou precisa de acompanhamento obstétrico? Nós estamos aqui para te ajudar! Conheça mais sobre os tratamentos oferecidos

Leia Mais »

Compartilhe:

WhatsApp
Email
Facebook
LinkedIn
Twitter