Lidando com a infertilidade

Infertilidade

A infertilidade pode afetar muitos aspectos da saúde geral de uma mulher além de seu sistema reprodutivo. Quando uma mulher ou casal luta contra a infertilidade, isso pode causar sofrimento emocional e levar a problemas relacionados à saúde mental, como depressão, ansiedade, perda de identidade ou baixa autoestima.

Todos esses fatores podem ter um preço e tem o potencial de causar um impacto forte no bem-estar emocional. Lidar com a infertilidade costuma ser um processo que leva tempo e demanda cuidado. Abaixo citamos diferentes mecanismos que podem ser utilizados para lidar com a infertilidade e que servem tanto para indivíduos quanto para casais.

Permita-se sentir

Muitas emoções fortes e avassaladoras podem acompanhar a infertilidade. Entre elas podemos listar os sentimentos de culpa, vergonha, inadequação, ciúme, raiva, medo, estresse, entre outros.

Ao lidar com a infertilidade, é importante permitir-se sentir essas emoções complexas e enfrentá-las de frente. Pode ser fácil para outras pessoas que não entendem o que você está passando oferecer palavras de incentivo ou fornecer razões pelas quais o que você está passando não é tão ruim quanto você se sente. Embora os motivos por trás de dizer coisas como essas sejam geralmente puros, e outros queiram ajudá-la a se sentir melhor, essas declarações podem ser depreciativas e frustrantes.

A infertilidade não é um problema que pode ser deixado de lado e esquecido. Para muitas pessoas essa questão pode afetar a vida por um longo tempo e, em outros casos, esses sentimentos podem nunca desaparecer por completo.

Não há problema em dedicar o tempo necessário para explorar e investigar tais sentimentos e permitir-se experienciá-los totalmente. No entanto, se você ou seu parceiro estiverem lutando com esses sentimentos a ponto de afetar seu bem-estar emocional geral, pode ser uma boa ideia consultar um grupo de apoio ou profissional de saúde mental.

Construa uma rede de apoio

Além de buscar o apoio de profissionais da saúde mental, sua rede de apoio pode ser ampliada na forma de grupos online ou presenciais em que você possa encontrar e conversar com pessoas que estejam passando por situações semelhantes à sua.

Algumas das histórias que membros do seu grupo de apoio compartilham podem lhe dar esperança, responder a perguntas que estão te incomodando, acalmar seus medos ou fazer você se sentir menos sozinha.

Além de ingressar em um grupo de apoio e consultar um profissional de saúde mental, alguns indivíduos podem achar útil deixar familiares e amigos próximos em suas lutas contra a infertilidade. Cabe a você determinar com quem você irá compartilhar essa jornada. Tenha em mente que contar com aliados em sua vida que saibam o que está acontecendo e possam fornecer apoio diário pode ser útil. 

Claro, é importante verificar com seu parceiro ou cônjuge (se aplicável) antes de contar a outras pessoas fora do seu relacionamento o que está acontecendo, para garantir que eles estejam bem com o seu círculo sendo expandido também.

Restabeleça ou mantenha a intimidade

Se um casal lutando contra a infertilidade ainda está tentando ativamente conceber, os momentos íntimos podem se tornar mais uma tarefa ou um processo calculado, em vez de uma expressão de proximidade ou amor. 

É importante continuar a promover um senso de intimidade que é apenas entre você e seu parceiro, e sem nenhum objetivo em mente além de mostrar que você se importa um com o outro. Algumas pessoas que lutam contra a infertilidade podem não querer ser íntimos em um nível sexual às vezes, especialmente se estiverem passando por emoções ou estresse avassaladores. 

No entanto, é importante lembrar que a intimidade pode assumir muitas formas, além do sexo. Surpreender seu parceiro com uma carta sincera, cozinhar sua refeição favorita ou participar de uma atividade que ele ama são formas de estreitar e fortalecer a intimidade.

Cuide da sua saúde física e mental

Quando ficamos sobrecarregados ou estamos passando por um forte sofrimento emocional, é fácil deixar nossa saúde física e mental cair no esquecimento. Praticar exercícios regulares, dormir o suficiente, beber quantidades adequadas de água e alimentar-se com uma dieta bem equilibrada são formas de fortalecer nosso corpo e prepará-lo para enfrentar o que está por vir. 

Cuidar de nossa saúde física também fortalece nossa saúde mental. Algumas mudanças no estilo de vida, como manter um peso saudável e equilibrar a dieta adequadamente, podem até aumentar as chances de uma mulher ou casal de conceber.

Explore as opções de tratamento de infertilidade, se desejar

Se você ainda não consultou um especialista sobre sua infertilidade, talvez seja hora de considerar visitar um endocrinologista reprodutivo ou outro especialista em fertilidade. Esses profissionais podem ajudar a identificar a causa da infertilidade sua e/ou de seu parceiro e fornecer opções de tratamento que podem aumentar suas chances de engravidar. 

Existem opções de tratamento, incluindo mudanças no estilo de vida (como dieta e exercícios, como mencionado anteriormente), medicamentos para fertilidade, inseminação intrauterina (também chamada de inseminação artificial), fertilização in vitro (FIV) e muito mais. 

Embora não exista uma opção de tratamento universal, diferentes intervenções podem ser úteis em situações específicas. As escolhas de cada casal ou indivíduo são únicas e completamente válidas.

Também é importante considerar que as opções de tratamento de fertilidade podem exigir investimentos de tempo e dinheiro. Definir limites e diretrizes financeiras realistas para você e/ou seu parceiro pode ser necessário para evitar estresses futuros.

Caso tenha permanecido alguma dúvida, não hesite em nos contatar. Estamos aqui para auxiliar você nessa jornada.

Você pode se interessar:

Tratamentos que oferecemos

Você enfrenta dificuldades para engravidar, algum problema ginecológico ou precisa de acompanhamento obstétrico? Nós estamos aqui para te ajudar! Conheça mais sobre os tratamentos oferecidos

Leia Mais »

Compartilhe:

WhatsApp
Email
Facebook
LinkedIn
Twitter